Quem somos

O CAVI da AVI tem estatuto de IPSS – Instituição Particular de Solidariedade Social, nos termos da legislação aplicável.
A Direção Técnica do CAVI é constituida por um Sociólogo e a restante Equipa Técnica é composta por 2 profissionais: um Assistente Social e um Psicólogo.

Missão

A AVI, através da constituição do CAVI - Centro de Apoio à Vida Independente, tem por missão assumir funções de gestão, de coordenação e de apoio dos serviços de assistência pessoal e tem como competência genérica a conceção, implementação e gestão dos Projetos-Piloto no âmbito da vida independente.

Visão

A Vida Independente é uma filosofia de vida aplicada às pessoas com deficiência que abrange todas as vertentes da vida, e que não se esgota na Assistência Pessoal, aplicando-se também ao acesso a bens e serviços, à constituição de família, ou às acessibilidades e à mobilidade geográfica. Neste sentido, o CAVI da AVI acredita que as pessoas com deficiência têm capacidade, e sobretudo direito, à sua autodeterminação e podem decidir sobre as suas próprias vidas, sendo fundamental conciliar o CAVI com outros serviços de mediação para os seus destinatários.

Objetivo

É objetivo primordial do CAVI da AVI proporcionar as condições necessárias para a autodeterminação das pessoas com deficiência, pressupostos essenciais da plena inclusão e da efetiva participação em todos os contextos da vida.

A AVI – Associação Vida Independente constituiu-se no âmbito da criação do MAVI – Modelo de Apoio à Vida Independente para Portugal, apresentado pelo XXI Governo Constitucional, por meio do Decreto-Lei nº 129/2017, de 9 de outubro, para promover a autonomia e a afirmação da independência pessoal das pessoas com deficiência, para o período 2017-2020, que permitirá o apoio a projetos-piloto que implementem os CAVI – Centros de Apoio à Vida Independente, através dos quais esse modelo é posto em prática.

As suas linhas orientadoras encontram-se no Nº 1 do Artº 71 da Constituição da República Portuguesa, e na Convenção Sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência da Organização das Nações Unidas (ONU), que reconhecem as pessoas com deficiência como cidadãos de pleno direito, que gozam dos mesmos direitos e estão sujeitas aos mesmos deveres de qualquer outro cidadão, sendo o Estado e a Sociedade Civil responsáveis por suprir as necessidades destes cidadãos que se revelam como obstáculo para a realização deste desiderato.

A AVI – Associação Vida Independente, cujos Órgãos são compostos exclusivamente por pessoas com deficiência e familiares, propõe-se a criação de um CAVI que seja capaz de promover a vida independente das pessoas com deficiência, sobretudo no destrito de Braga.

O reconhecimento de um grande universo de pessoas com deficiência que necessitam do apoio prestado por um CAVI, para conseguirem viver de forma independente, e afirmarem a sua autonomia, estimulou-nos para avançar com este projeto, que ajudará a melhorar a qualidade de vida das pessoas com deficiência, e lhes permitirá uma melhor integração numa sociedade democrática, em que sejam capazes de reclamar os seus direitos e de exercer os seus deveres, sem constrangimentos derivados das condições específicas resultantes da sua deficiência.

A AVI reconhece a inexistência de tais serviços, atualmente, propondo-se preencher uma lacuna nos apoios prestados às pessoas com deficiência.

Assim sendo, a AVI através do CAVI – Centro de Apoio à Vida Independente, tal como definido pelo MAVI, fará a gestão da AP – Assistência Pessoal às pessoas com deficiência ou incapacidade, elegíveis para usufruírem dos serviços de um Assistente Pessoal que os apoie na realização de tarefas que não pode executar por si próprios, em consequência das limitações que lhes são impostas pela natureza específica da sua deficiência ou incapacidade.

Download

logotipos das entidades financiadoras